Ir para conteúdo


Foto

Punta-Taco


  • Por favor, faça o login para responder
19 respostas neste tópico

#1 Ferraz

Ferraz
  • ex-Subaristas
  • Cidade:Aquilônia
  • Carro:Tenis CAT

Postado 14 janeiro 2010 - 20:25

Punta-tacoA redução com punta-taco é uma técnica fundamentar para ser rápido nas curvas. Durante uma redução com puta-taco você vai usar a mão esquerda no volante, a direita na alavanca do câmbio, acionar o pedal de embreagem com o pé esquerdo e opera o freio e acelerador com o direito. Tudo isso ao mesmo tempo.Demora um pouco a se acostumar, e requer pratica repetitiva para a técnica ficar suave, automático. No início requer muita concentração. Você faz muita coisa ao mesmo tempo. Alem de operar todos os controles, durante a frenagem você ainda tem de prestar atenção a aderência/grip dos pneus, tem de manter contato com seu ponto de referência para a entrada da curva, e pra piorar, se você estiver em uma corrida, ainda tem de ficar atento aos outros carros. Mas, com alguns finais de semana de prática, você vai pegar a mão e, rápidamente, vai esquecer o que os braços e pernas estão fazendo e vai poder se concentrar na pista.Na rua, quando você se aproxima de uma curva, provavelmente você foi ensinado a completa a frenagem antes da curva, passar a curva, só então, quando o carro está voltando a linha reta, reduzir e voltar a acelerar. Isso funciona na rua, mas é muito lento para as pistas.para corridas, o tempo de transição entre frenagem e aceleração deve ser minimizado ao máximo. Você está em uma corrida! Você não pode despediçar tempo enquanto troca o pé de pedal (mesmo que seja 1/2 segundo). Para maximizar velocidade e suavidade durante uma curva, torna-se necessário fazer um pouco de "acrobacias" no cockpit e operar o volante, alavanca de cãmbio, embreagem, freio e acelerador todos ao mesmo tempo.Na pista, quando você se aproxima de uma curva, você libera o acelerador e, com a "bola" do pé, aperta o freio. Antes de terminar a frenagem, você tem de mudar de marcha para quando a frenagem estiver terminada você poder voltar a acelerar imediatamente. Quando a frenagem está quase terminada, seu pé esquerdo aperta a embreagem e sua mão direita reduz. Mas, enquanto você perdia velocidade, o giro do motor caiu. Se você lliberar a embreagem agora, o carro vai sofrer um solavanco, já que o motor funciona como um grande freio. Se você estiver no limite da tração/aderência (como deveria estar), você vai perder o controle do carro. pra evitar isso, alguma coisa tem de fazer subir o giro do motor até o ponto correto antes que você libere a embreagem. O pé direito é o que está mais perto, então é o escolhido para dar um toque no pedal do acelerador. Mesmo que o pé direito esteja ocupado com o freio, você usa o calcanhar para dar um pequeno "empurrão" no pedal do acelerador (vamos chamar de toque), para fazer subei i giro enquanto o pé esquerdo libera a embreagem a "bola do pé direito ainda no freio). A intensidade do toque no acelerador, e o momento de liberar a embreagem deve ser perfeitos para que haja uma transição suave quando a embreagem se acoplar. Enquanto isso, o calcanhar já saiu do acelerador e está de volta à posição normal, o pé direito que ainda estava freiando, vai liberando o freio a medida que o carro se aproxima da entrada da curva. A redução de marcha deve esta completa antes de terminada a frenagem e antes da entrada da curva. Com a embreagem acoplada, a frenagem é reduzida e a entrada se inicia quando o pé direito fá sua transição do freio para o acelerador. Inicialmente, só o sificiente para manter a velecidade de entrada, e depois você volta a acelerar para a saída de curva.E descrição acima é o "como" e o "porque" tudo misturado, então vamos olharde novo os passos envolvidos no "como".Tire o pé direito do acelerador e acione o freio.Logo antes de terminar a frenagem, o pé esquerdo aperta a embreagem.A mão direita reduz a marcha (esqurda ainda no volante)O pé direito ainda no freio, mas já aliviando a pressão, enquanto gira pra apoiar o calcanhar no acelerador.O calcanhar direito da um leve toque no acelerador para subir o giro do motor (a "bola" do pé ainda está no freio, mas aliviando).O pé esquerdo libera a embreagem, o calcanhar direito sai do acelerador.O pé direito acaba a freada.O pé direito desliza até o acelerador para manter a velocidade durante a primeira parte da curva. Então acelerando na saída de curva.Toda essa sequencia, do segundo ponto a té o último demora menos de meio segundo. Exigem prática pra ser feito corretamente. A idéia é fazer a transição de frenagem para aceleração sem demoras, e com perfeita suavidade. Feito corretamente, o carro não sofrerá nenhum solavanco durante a redução de marchas e a volta a aceleração.Uma nota sobre a descrição acima. Aqui assumimos o uso de um carro de rua, usando uma transmissão sincronizada. Se estiver usando um verdadeiro carro de corrida, com transmissão sem sincronizado, então você terá de mudar a técnica para "dupla-embreagem". Para fazer isso, a embreagem é apertada, alavenca do câmbio vai para o neutro, solte a embreagem. Então você toca o acelerador, com o câmbio em neutro (toque feito com o calcanhar enquanto a "bola" do pé faz a frenagem), apertando a embreagem mais uma vez você finalmente faz a redução. É uma boa idéia praticar essa técnica com seu carro de rua também, mesmo que isso não seja necessário.Imagem PostadaTudo começa com a aceleração total em direção a caurva.Imagem PostadaTire o pé direito do acelerador e aperte o freioImagem PostadaLogo antes de terminar a frenagem, o pé esquerdo aperta a embreagem.A mão direita inicia a redução.O pé direito ainda pressiona o freio, mas já começa a aliviar a pressão enquanto o a esntrada de curva se aproxima, move-se o calcanhar até que este esteja sobre o pedal do acelerador.Quando a avalanca passa pela posição de neutro, o calcanhar esquerdo da um toque no acelerador, para que o giro suba (a "bola" do pé ainda no freio).Imagem PostadaO pé esquerdo libera a embreagem, o calcanhar direito sai do acelerador. Quando feito corretamente o o giro do motor sobe o suficiente para que, ao liberar a embreagem, esta se acople com suavidade e sem solavancos.Imagem PostadaO pé direito completa a frenagem e o pedal é liberado suavemente.Imagem PostadaO pé direito retorna ao acelerador, inicialmente só para manter uma velocidade constante por tuda a primeira parte da curva. Aumentando então a aceleração na saída da curva.Retirado do site: www.turnfast.com

Editado por Ferraz, 16 janeiro 2010 - 18:32.


#2 Dou.G

Dou.G
  • Subaristas ♂
  • Cidade:São Paulo

Postado 15 janeiro 2010 - 06:49

Exemplificando fica mais fácil :

#3 Deletado_Elizeu

Deletado_Elizeu
  • Guests

Postado 15 janeiro 2010 - 09:21

Belo Post Ferraz !!Excelente video tmb Doug, japonês sanaca esse pézinho ligeiro ... hahahaha

#4 Deletado_SM 28

Deletado_SM 28
  • Guests

Postado 15 janeiro 2010 - 11:00

É isso ai Ferraz e o vídeo do Doug mostra bem a prática.Há outras formas de usar o pé, em função dos ajustes de posição (x , y , z ) dos pedais do carro de corrida. O carro de passeio não tem ajustes, mas a distância entre os pedais pode ser resolvida com a largura ou posição ao se instalar uma "pedaleira esportiva".Vale um lembrete aos pilotos novatos: é o freio que tem a função de "parar" o carro, a redução é só preparação para que a retomada de aceleração seja no melhor ponto da curva de torque da rotação da saída da curva.Outro engano dos novatos é que o pedal do acelerador deve ser usado como um botão liga desliga (tudo ou nada), o vídeo mostra bem o piloto acelerarando pouco nas saídas de curvas de menor aderência. Quem assiste o vídeo tem a impressão de que ele poderia frear menos na entrada, carregando mais velocidade pra curva, acelerando tudo de uma vez ao retomar, mas essa sensibilidade só é possível pra quem está conduzindo o carro.Uma dica importante é usar sempre um sapato de sola fina e firme para pilotar ou conduzir esportivamente. Os sapatos ou tenis de sola grossa, tiram a sensibilidade de qual força estamos fazendo no pedal do freio. Os posts estão bem legais! :woot: Continua ae Ferraz!

Editado por SM 28, 15 janeiro 2010 - 11:04.


#5 Ferraz

Ferraz
  • ex-Subaristas
  • Cidade:Aquilônia
  • Carro:Tenis CAT

Postado 15 janeiro 2010 - 11:21

Valeu pela ajuda com o video e as dicas!! Acho que já temos um bom começo aqui! Boas infomações... SM, pra nossa sorte, como o Impreza é um carro com DNA de corrida, os pedais de freio e acelerador estão até que bem perto. Fazer o punta-taco não requer que você se "entorte" todo pra usar o calcanhar... No meu ue uso mais o lado do pé do que realmente o calcanhar e funciona perfeitamente. Pra ilustrar um pouco mais e usando algo que é no "nosso mundo"...Keiichi Tsuchiya (Drift King) e o ESPETACULAR S204Abraço

#6 FabinhoPira

FabinhoPira
  • Membros ♂
  • Cidade:Piracicaba - SP
  • Carro:207 1.6 16v

Postado 15 janeiro 2010 - 11:51

é... tem q ter a manha.... não é fácil nao...soh q tipo... esses caras só fazem isso.... é questão de pratica... se vc tem a manha.. o conhecimento.. basta treinar q nao se perde mais nos pedais....mas como o SM disse.... tem q controlar o acelerador.... saber onde dar uma casquinha e onde enfiar o pé.....

#7 Deletado_betofontana

Deletado_betofontana
  • Guests

Postado 15 janeiro 2010 - 12:20

muito bacana a matériaassim eu me sinto um piloto jáuahuahuahauhuao foda que eu calço45, sempre bate no forro do lado do acelerador !! ou seu eu quiser piso nos 3 pedais ao mesmo tempo, uahuahauhahuaAbraços

#8 Deletado_Elizeu

Deletado_Elizeu
  • Guests

Postado 15 janeiro 2010 - 12:28

é... tem q ter a manha.... não é fácil nao...soh q tipo... esses caras só fazem isso.... é questão de pratica... se vc tem a manha.. o conhecimento.. basta treinar q nao se perde mais nos pedais....mas como o SM disse.... tem q controlar o acelerador.... saber onde dar uma casquinha e onde enfiar o pé.....

Cara depois que eu comecei a prestar atenção nos punta-taco comecei a fazer no meu carro até pra passar a lombada, quando vc vê já ta fazendo e nem se toca, andando com o Kaled no meu carro ele até observou isso, eu conversando ai reduzi pra entrar em uma rua fazendo punta-taco lógico nem sempre sai 100% as vezes erro a rotação e talz, mas é a prática que leva ao acerto.Fica mais fácil se você tem pedaleiras que te ajudam, tem umas pedaleiras que o pedal do acelerador tem uma espécie de "aba" para o lado esquerdo que te ajuda a não ter que virar tanto o pé quando for fazer o punta-taco.No começo eu não acertava um, tudo na rotação errada, dps vc pega o jeito e nem olha conta-giro vai só no ronco.Eu nunca coloquei meu carro na pista pra testar o punta-taco, só na rua então acho que na pista vai ser mais difícil por eu ter mais coisas pra prestar atenção, mas pelo menos já entro com um certo habito de fazer acho que já ajuda.Sem contar que não da soco na caixa de câmbio.

#9 Smon

Smon
  • Moderadores
  • Cidade:Campinas/SP
  • Carro:Not anymore...

Postado 15 janeiro 2010 - 13:44

Ficou muito bom o tópico! E os vídeos ajudam muito tbm...

... No meu ue uso mais o lado do pé...

Sempre usei o lado do pé tbm...

#10 Deletado_SM 28

Deletado_SM 28
  • Guests

Postado 15 janeiro 2010 - 23:58

Fabinho, dá pra treinar toda vez que sai com o carro, e aí é como o Elizeu disse, vai fazendo,fazendo depois fica automático.Eu também sempre usei o lado do pé!Abs




0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membros, 0 visitantes, 0 membros anônimos