Ir para conteúdo


Foto

Fluidos ATF compatíveis (modelos 2007 em diante)


  • Por favor, faça o login para responder
167 respostas neste tópico

#1 Eurico

Eurico
  • Subaristas ♂
  • Cidade:São Paulo - SP
  • Carro:Impreza 2.0 AT 2009

Postado 05 agosto 2014 - 15:01

Decidi criar esse tópico para melhor orientação dos amigos, pois há muita confusão sobre qual é o fluido ATF mais adequado para os Subaru a partir de 2007.

 

Vamos por partes:

 

 

1) No manual do Impreza americano (2008 em diante), há a observação de que podem ocorrer ruídos se o fluido Dexron III for utilizado ao invés do fluido recomendado.

 

Use one of the following types of automatic transmission fluid: 

 
SUBARU ATF Type-HP 
 
IDEMITSU ATF HP
 
NOTE: For optimum transmission performance, only use the automatic transmission fluid that is recommended and provided by SUBARU. If the recommended automatic transmission fluid is unavailable, Dexron III may be temporarily used. If the Dexron III is used continuously there will be a noticeable increase in the vibration and noise from the automatic transmission.
Subaru_Manual2.png
 
 
2) Tudo indica que o fluido Subaru ATF HP seja um semissintético ou sintético de especificação JASO 1-A, padrão em inúmeros automóveis japoneses modernos. Obviamente, o Dexron III (mineral) é produto de especificação inferior, daí o alerta no manual americano.
 

Liguei na CAOA e me informaram que usam o fluido Dexron III, da marca Elf. Quando questionei o uso do fluido ATF HP no exterior, o cretino me disse que "é inadequado às nossas condições de temperatura elevada". Fiquei espantado com a prepotência do sujeito...

 

Só que o ATF HP é utilizado nos EUA, onde as temperaturas chegam a 44º C em Nevada, por exemplo. É economia porca da CAOA, pois precisariam homologar o fluido junto à ANP e isso custa dinheiro. Sem falar na logística de importar um produto de uso específico, sem similar no Brasil.

 

Isso explica a ocorrência de ruídos logo após a primeira troca do fluido, conforme relatado neste tópico:

 

http://www.clubesuba...ic=48255&page=3

 

É exatamente aquilo que o manual americano informa que pode acontecer. Pelo lado positivo, o sabidão da CAOA me disse que usam o Dexron III há anos e NUNCA houve qualquer problema. Creio então que os tais ruídos não prejudicam o funcionamento do câmbio, nem a sua durabilidade.

 

 

3) Diante disso, pesquisei quais são os fluidos compatíveis com o Subaru ATF HP, à venda no mercado brasileiro. Até agora, encontrei estes:

 

MOTUL MULTI ATF

Ficha técnica: https://www.motul.co....pdf?1405590127

 

TOTAL FLUIDE XLD FE

Ficha técnica: http://www4.total.fr...uide_XLD_FE.pdf

 

PETRONAS TUTELA GI/MV

Ficha técnica: http://www.italubri....DOC76582635.pdf

 

 

4) Estou pesquisando outros fluidos compatíveis. Se encontrá-los, posto aqui. Peço aos amigos que façam o mesmo!


Editado por Eurico, 07 outubro 2016 - 10:21.

  • tmacedo, GüeroSinFe e chriswak curtiram isso

#2 Eurico

Eurico
  • Subaristas ♂
  • Cidade:São Paulo - SP
  • Carro:Impreza 2.0 AT 2009

Postado 10 outubro 2014 - 12:56

Descobri mais fluidos ATF que atendem à especificação JASO 1-A:

 

VALVOLINE ATF MERCON V

Ficha técnica: http://valvoline.com...ns/Mercon V.pdf

 

VALVOLINE MAXLIFE MULTI-VEHICLE ATF

Ficha técnica: https://sharena21.sp...12-ac162d889bd1

 

HAVOLINE SYNTHETIC ATF MULTI-VEHICLE

Ficha técnica: https://cglapps.chev...1&docFormat=PDF

 

HAVOLINE FULL SYNTHETIC ATF MULTI-VEHICLE

Ficha técnica: https://cglapps.chev...7&docFormat=PDF

 

PEAK FULL SYNTHETIC MULTI-VEHICLE ATF

Ficha técnica: http://images.peakau...sheet_loRes.pdf

 

MOBIL ATF 3309

Ficha técnica: http://mobil.cosan.c...09_pds_2012.pdf

 

FEBI ATF 29934

Ficha técnica: http://www.febi.com/...-EN-1411_01.pdf

 

TOYOTA ATF T-IV

(à venda nas concessionárias Toyota)

 

MOTUL ATF VI

Ficha técnica: https://www.motul.co....pdf?1327318487

 

TOTAL FLUIDMATIC MV LV

Ficha técnica: http://www4.total.fr...matic_MV_LV.pdf


Editado por Eurico, 17 setembro 2018 - 10:25.

  • Sr. Provolone curtiu isso

#3 Cesar

Cesar
  • Subaristas ♂
  • Cidade:São Paulo
  • Carro:Forester

Postado 10 outubro 2014 - 13:22

Acho que o ano 2007 está limitando muito. As caixas de Forester XT 2006 já são 4EAT SS, será que não existe um range para essas especificações?



#4 Eurico

Eurico
  • Subaristas ♂
  • Cidade:São Paulo - SP
  • Carro:Impreza 2.0 AT 2009

Postado 10 outubro 2014 - 14:19

A maneira mais fácil e segura é consultar o manual americano do modelo.

 

Se não houver a ressalva (ver o primeiro post), pode usar Dexron III.

 

No meu caso, foi assim que descobri.



#5 Sidnei

Sidnei
  • ex-Subaristas
  • Cidade:Belo Horizonte, MG
  • Carro:WRX

Postado 14 novembro 2014 - 11:10

Eurico, obrigado pelo tópico!!

 

Tanto o fluido quando o procedimento de troca em si não são informações claras para o proprietário, pois são realizadas nas concessionárias, mas eu tenho sérias dúvidas se ambos são executados da melhor forma dentro da rede...

 

Seguindo sua dica, eu comprei ontem, em uma distribuidora aqui em Belo Horizonte, o Mercon V da Valvoline. Tem caixas com 6 x 0,946L (1 Qt),  de 12 x 0,946L e tambores de 200L. A caixa com 6 saiu por R$155,00 para pessoa física. Ficou por 25,83 cada 'litro'. Preço bom....

 

Esse fluido é produzido nos EUA e é 100% sintético.

 

Para saber a revenda Valvoline mais próxima: http://www.valvoline..._encontrar.html

 

Valeu demais!!


Editado por Sidnei, 14 novembro 2014 - 11:12.


#6 Eurico

Eurico
  • Subaristas ♂
  • Cidade:São Paulo - SP
  • Carro:Impreza 2.0 AT 2009

Postado 14 novembro 2014 - 14:27

Sidnei, estamos aqui pra isso!

 

É um tema bastante complicado, mas tentarei explicar da melhor forma possível:

 

Pelo o que apurei até o momento, a especificação Mercon V é análoga à JASO 1-A, já que a Ford utilizava câmbios de origem Mazda. E a especificação JASO 1-A é basicamente a Dexron III-H, que foi a última (e mais importante) atualização da classe Dexron III. A saber:

 

Dexron III-GSuccessor of Dexron III-F automatic transmission fluid. This has the same low temperature characteristics as Dexron II-E, but with modifications to anti-oxidancy and friction material. Introduced in 1997. 

 

Dexron III-H  - Dexron III licence H was introduced in June 2003 to replace the Dexron III G fluid. It has an oxidatively stable base oil (group 2 or group 3). Oils according to this specification have longer maintenance of friction properties and anti-shudder properties, better foam control and a longer fluid life. 

 

Fonte: http://www.oilspecif...l_motors_gm.php

 

Há importantíssimas diferenças entre essas duas especificações. Note as "propriedades antiestremecimento" (em negrito), que contribuem para um funcionamento mais suave do câmbio. Ademais, o pacote de aditivação e óleos-base do Dexron III-H é bem mais avançado, daí a maior durabilidade do fluido.

 

A CAOA utiliza o Dexron III-G, daí as reclamações de ruídos no câmbio após a troca (exatamente o alerta do manual americano). Como no Brasil as trocas são feitas em períodos curtos, esse fluido aguenta bem. Mas há o incômodo relatado (que até onde eu sei, NÃO compromete a vida útil do câmbio).

 

Entrei em contato com o departamento técnico da Valvoline, que confirmou essas informações. Nos EUA, o fluido Mercon V não tem certificação JASO 1-A por questão puramente mercadológica, pois lá existe um fluido específico para carros japoneses, chamado "Import Multi-Vehicle ATF" (que cogitam vender no Brasil). Mas a Ficha de Produto americana do fluido Mercon V dá uma dica preciosa:

 

Suitable to use in Nissan Matic D, Matic J and Matic K applications

http://www.valvoline...df/mercon_v.pdf

 

O fluido Nissan Matic J é de especificação JASO 1-A (daí o "J"). Logo, o Mercon V tem o mesmo nível de performance. Um ponto importante: os câmbios automáticos 4EAT e 5EAT são de origem Nissan (JATCO). Se pode usar em Nissan, também pode usar em Subaru.

 

Finalizando: a troca parcial por gravidade é suficiente, não é preciso esgotar o câmbio. Conheço donos de Subaru, Honda, Nissan e Toyota com quilometragens bem elevadas, que só fazem a troca parcial e jamais tiveram problemas. E convém lembrar que esse é o método de troca previsto pela fábrica.

 

A título de curiosidade, outra abrangente explicação sobre as grandes diferenças entre o Dexron III-G e o III-H:

 

http://pub17.bravene...64&msgid=622222

 

E aqui, vejam a ficha do fluido ATF Subaru vendido na Europa, onde fica evidente a semelhança entre as especificações JASO 1-A e Dexron III-H:

 

http://www.midlandoi...ATF-english.pdf


Editado por Eurico, 24 novembro 2014 - 13:03.


#7 carlosx

carlosx
  • Membros ♂
  • Cidade:J.PESSOA
  • Carro:forester 2010

Postado 25 novembro 2014 - 18:50

Sidnei, estamos aqui pra isso!

 

É um tema bastante complicado, mas tentarei explicar da melhor forma possível:

 

Pelo o que apurei até o momento, a especificação Mercon V é análoga à JASO 1-A, já que a Ford utilizava câmbios de origem Mazda. E a especificação JASO 1-A é basicamente a Dexron III-H, que foi a última (e mais importante) atualização da classe Dexron III. A saber:

 

Dexron III-GSuccessor of Dexron III-F automatic transmission fluid. This has the same low temperature characteristics as Dexron II-E, but with modifications to anti-oxidancy and friction material. Introduced in 1997. 

 

Dexron III-H  - Dexron III licence H was introduced in June 2003 to replace the Dexron III G fluid. It has an oxidatively stable base oil (group 2 or group 3). Oils according to this specification have longer maintenance of friction properties and anti-shudder properties, better foam control and a longer fluid life. 

 

Fonte: http://www.oilspecif...l_motors_gm.php

 

Há importantíssimas diferenças entre essas duas especificações. Note as "propriedades antiestremecimento" (em negrito), que contribuem para um funcionamento mais suave do câmbio. Ademais, o pacote de aditivação e óleos-base do Dexron III-H é bem mais avançado, daí a maior durabilidade do fluido.

 

A CAOA utiliza o Dexron III-G, daí as reclamações de ruídos no câmbio após a troca (exatamente o alerta do manual americano). Como no Brasil as trocas são feitas em períodos curtos, esse fluido aguenta bem. Mas há o incômodo relatado (que até onde eu sei, NÃO compromete a vida útil do câmbio).

 

Entrei em contato com o departamento técnico da Valvoline, que confirmou essas informações. Nos EUA, o fluido Mercon V não tem certificação JASO 1-A por questão puramente mercadológica, pois lá existe um fluido específico para carros japoneses, chamado "Import Multi-Vehicle ATF" (que cogitam vender no Brasil). Mas a Ficha de Produto americana do fluido Mercon V dá uma dica preciosa:

 

Suitable to use in Nissan Matic D, Matic J and Matic K applications

http://www.valvoline...df/mercon_v.pdf

 

O fluido Nissan Matic J é de especificação JASO 1-A (daí o "J"). Logo, o Mercon V tem o mesmo nível de performance. Um ponto importante: os câmbios automáticos 4EAT e 5EAT são de origem Nissan (JATCO). Se pode usar em Nissan, também pode usar em Subaru.

 

Finalizando: a troca parcial por gravidade é suficiente, não é preciso esgotar o câmbio. Conheço donos de Subaru, Honda, Nissan e Toyota com quilometragens bem elevadas, que só fazem a troca parcial e jamais tiveram problemas. E convém lembrar que esse é o método de troca previsto pela fábrica.

 

A título de curiosidade, outra abrangente explicação sobre as grandes diferenças entre o Dexron III-G e o III-H:

 

http://pub17.bravene...64&msgid=622222

 

E aqui, vejam a ficha do fluido ATF Subaru vendido na Europa, onde fica evidente a semelhança entre as especificações JASO 1-A e Dexron III-H:

 

http://www.midlandoi...ATF-english.pdf

Eurico, vou fazer a troca do óleo de câmbio e vi que a Mobil tem o óleo especificado no manual do Forester 2010, o DEXRON VI.

As concessionárias GM, já vendem esse óleo para os modelos Spin e Cobalt, com transmissão automática, assim como a Ford, para o Ecosport também automático.

Gostaria de saber sua opinião.



#8 yurininja

yurininja
  • Subaristas ♂
  • Cidade:Ponta Grossa
  • Carro:Leggy 01 e FXT 06

Postado 25 novembro 2014 - 20:18

Carlos, pelo pouco que li e especulei, o Motul ATF VI excede tudo que é norma.....

 

Fiquei em dúvida entre ele e o Multi ATF, mas fui nele para a FXT!



#9 fabiano

fabiano
  • Moderadores
  • Cidade:SBS-SC
  • Carro:ImprezaXV

Postado 25 novembro 2014 - 20:53

Oi pessoal

Deixa eu dar um help:

Após muito pesquisar (trabalho com isso) e pra meu próprio uso, verifiquei que as nossas FXT assim como outras "transmisões automáticas com opção de trocas manuais" de várias outras marcas, pedem os fluidos 'multi'. A ordem de exigência das normas de um fluido é:

fluidos 'dexron III'> fluidos padrão 'VI'> fluidos 'multi' 100% sintéticos

Por exemplo na MOTUL a ordem de qualidade (e preço) é: 

Dexron III > Dexron VI > Multi ATF

Por incrível que pareça (como o Eurico citou) nem todas as css Subaru usam este fluido, o que causa certamente mais tarde, mau funcionamento do câmbio.

Nos Citroens acontece a mesma coisa, daí os clientes reclamam que 'a caixa não aguenta' porém nas pesquisas que fiz verifiquei que em nenhum caso (de quebra) estavam fazendo a troca no período correto e utilizando fluidos multi.

 

Como vcs citaram aí que o Dexron VI atende a norma, ok, não vou discutir de onde veio a fonte, pode estar correta, porém do meu guia (do fabricante do fluido@europa) é recomendado o Multi.

 

Eu usei na minha FXT o MultiATF, e posso dizer que o câmbio ficou mais 'vigoroso' nos engates, parece que 'puxa' mais e 'patina menos' o conversor. Sem contar a tranquilidade que traz por ter certeza de estar usando a melhor qualidade disponível, e isso traz mais durabilidade pro câmbio no longo prazo.

 

Pra completar a lista acrescento o Pentosin CHF-11S, que teoricamente está neste nível entre o Motul Dexron VI e o MultiATF. Porém é semi sintético, o que me fez reconsiderar e optar pelo Multi, q é 100% sintético.

Se alguém precisar tenho os dois à disposição , Pentosin CHF-11S na faixa de R$ 95, Motul Dexron VI custa menos e o Multi é mais que isso, e depende da opção, se em litro ou a granel. Sei que é caro, mas culpa do nosso país (impostos e câmbio) pois infelizmente todos os fluidos sintéticos (de qualquer marca) que atendem as normas dos fabricantes internacionais, acabam saindo caro.

 

Abraços!



#10 diogocordova

diogocordova
  • Membros ♂
  • Cidade:Porto Alegre
  • Carro:Impreza 2.0R - 2010

Postado 25 novembro 2014 - 21:46

E no caso de eu estar usando um Dexron III e queira fazer uma troca parcial utilizando o Multi ATF, existe algum problema nisso, em misturar os dois?






0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membros, 0 visitantes, 0 membros anônimos